Sculptra é um procedimento estético injetável e que consiste na aplicação do ácido poli-L-lático, responsável por estimular a produção de colágeno no corpo, sendo biocompatível, ou seja, não é prejudicial para a saúde, além de também ser completamente absorvido e aceito pelo organismo, sendo eliminado pela respiração.

Devido essas características, o tratamento é considerado por especialistas na área como um dos mais eficientes à disposição no mercado, pois pode aumentar à produção de colágeno e demais estímulos a pele em até 400% depois de aplicado.

Para que serve Sculptra

O Sculptra pode ser indicado tanto para homens quanto mulheres que possuem interesse em rejuvenescer a pele, tratando ou prevenindo a flacidez, rugas, linhas de expressão e demais incômodos estéticos.

O procedimento abrange diversas regiões corporais, sendo assim utilizado no rosto e pescoço, mas também com aplicações em braços, abdômen, coxas e glúteos.

Com essa abrangência, o tratamento é bastante requisitado, seja por pessoas que apresentam perda de volume da face, envelhecimento precoce ou até mesmo de modo preventivo e estimulante para atletas, principalmente no caso dos corredores.

Benefícios Sculptra

Além da eficiência no combate contra a flacidez, o Sculptra  não faz apenas com que a produção de colágeno seja acelerada, mas também age expandindo a espessura da pele e atenuando linhas de expressão e rugas.

Em demais regiões, suas vantagens também são bastante perceptíveis, por exemplo, nos braços, onde ocorre a redução do enrugamento e flacidez da pele. Já no abdômen, o Sculptra torna a pele mais firme, como para casos de mulheres no pós-parto e/ou algum pós-operatório.

Para os glúteos, outra região com bastante busca pelo procedimento, a substância auxilia no aumento do volume e na correção de desníveis, além da atenuação da flacidez. Por fim, para as coxas, o ácido poli-L-lático trabalha na redução da flacidez na parte interna da perna.

Quanto tempo dura o efeito do Sculptra

O tempo de reação e absorção do corpo, juntamente com os primeiros e duração dos efeitos, dependem e variam de acordo com o paciente, considerando seu quadro clínico e demais particularidades.

Outros fatores, como a quantia de ácido aplicado, além da idade da pessoa e os objetivos de sua realização, influenciam diretamente no pós-operatório, no tempo de recuperação e na percepção dos resultados que esse tratamento pode promover.

Entretanto, com os avanços, estudos e acompanhamento de muitos casos, é possível estipular que o corpo leva em torno de duas a três sessões para se ajustar e reagir positivamente ao tratamento. A periodicidade entre cada aplicação é cabível ao profissional, porém, geralmente é de quatro a seis semanas de intervalo.

Com isso, os resultados começam a ser notados progressivamente, momento em que as recomendações médicas específicas, passadas durante todo o processo, devem ser seguidas à risca para aumento das chances de ótimos resultados.

O Sculptra tem manutenção feita, na maioria dos casos, com uma sessão anual, para avaliação e acompanhamento da qualidade da pele, sempre em prol de um resultado ainda mais duradouro.

Contraindicações do Sculptra

O Sculptra não é recomendado para mulheres grávidas, pessoas que tenham alergia ao produto ou a algum de seus componentes, além de ser proibida sua aplicação sob ou próximo de infecções cutâneas.