Guia da Abdominoplastia

DESCUBRA SE A CIRURGIA DA ABDOMINOPLASTIA É PARA VOCÊ

É normal você sentir uma certa dose de apreensão e de nervosismo com a ideia de se submeter a uma plástica. Como todos nós temos medo do desconhecido, decidi escrever este guia da abdominoplastia justamente para quem quer entender mais a fundo o procedimento e assim ficar mais tranquilo. Com informações qualidade você pode agendar a sua consulta com menos ansiedade e mais confiança.

Por isso acho fundamental você começar suas leituras básicas no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (www.cirurgiaplastica.org.br), a instituição mais séria deste ramo da medicina do Brasil. Agora, se você já adquiriu algumas informações básicas e está pronta para se comprometer um pouco mais seriamente, então este guia é para você.

Isso porque daremos explicações um pouco mais detalhadas sobre o procedimento de abdominoplastia. Não se preocupe: está tudo escrito em uma linguagem acessível, gostosa de ler, usando a minha experiência de 20 anos de Medicina. As informações que você vai ver a seguir também te ajudarão a avaliar seu médico no dia da sua primeira consulta.

GUIA DA ABDOMINOPLASTIA

A abdominoplastia é uma cirurgia muito procurada em três situações. Depois da gravidez, após uma grande perda de peso ou, simplesmente quando um abdômen flácido compromete a beleza do seu contorno corporal.

Esta cirurgia pode definir seu abdômen deixando ele “chapado” graças a técnicas que removem o excesso de pele e de gordura e, ao mesmo tempo, tracionam os músculos da parede abdominal.

No entanto, você precisa entender que esta é uma cirurgia complexa e sua satisfação com o resultado final vai depender da habilidade do seu médico de combinar corretamente as técnicas que existem. Por isso, leia atentamente este guia.

Guia da Abdominoplastia2

O QUE É MELHOR, ABDOMINOPLASTIA OU MINI-ABDOMINOPLASTIA?

É claro que todos nós queremos o melhor resultado com a menor cicatriz possível e durante alguns anos eu indiquei bastante a mini-abdominoplastia.

Porém minha experiência me mostrou que é melhor fazer uma abdominoplastia completa, usando a menor cicatriz possível pois os resultados são visivelmente melhores.

O motivo é que no mini-abdômen o descolamento é muito pequeno, e por isso não conseguimos aproximar toda a musculatura e não podemos retirar tanta pele quanto na abdominoplastia.

Existe mais um motivo para evitar a mini-abdominoplastia: é a posição do umbigo que fica muito baixa nesta cirurgia.

Para os pacientes que não tem indicação de abdominoplastia, mas tem flacidez de pele, tenho indicado a lipo com retirada de fuso de pele.

É realmente necessário ir numa consulta médica para ver qual é a melhor cirurgia para você.

Guia da Abdominoplastia4

QUE CUIDADOS TENHO QUE TER APÓS A ABDOMINOPLASTIA? POSSO ENGRAVIDAR?

A abdominoplastia é uma cirurgia complexa que corrige a musculatura frouxa, retira gordura e remove grande quantidade de pele: às vezes grandes fusos de 50 cm X 20 cm são retirados.

Em função disto, são feitas múltiplas camadas para suturar tudo de forma alinhada. E é por este motivo que pedimos para a paciente andar curvada por 15 dias para proteger a cicatriz e não deixar esta alargar.

O uso da cinta modeladora e a drenagem linfática são obrigatórios. Após este tipo de cirurgia, a gravidez continua sendo possível, sem nenhuma contra-indicação.

Guia da Abdominoplastia3

POSSO FAZER A ABDOMINOPLASTIA E MAIS OUTRA CIRURGIA JUNTAS?

É muito comum fazer a abdominoplastia junto com a mastopexia ou mamoplastia (ver Guia da Plástica dos Seios) pois são áreas próximas, que facilitam a recuperação e os curativos. Além disso a cinta de pós-operatório já vai cobrir os seios de qualquer forma, o que facilita se estes forem operados no mesmo dia.

Outra cirurgia muito comum de se associar é a lipoaspiração das costas, praticamente não há curativos neste e a cinta já englobaria tudo.

Muitos me perguntam sobre fazer a lipoaspiração do abdômen junto com a plástica do abdômen. Sim, eu sempre inicio a cirurgia fazendo uma boa lipo desta região.  Não adianta retirar só pele, é necessário dar contornoafinar a cintura e abaixar a parte elevada acima do umbigo e isto só a lipoaspiração em conjunto com a abdominoplastia vai conseguir.

Mas preciso ser franco: nem todos os cirurgiões indicam fazer junto.

Guia da Abdominoplastia6

O QUE É FEITO PARA TER UM RESULTADO NATURAL E ACINTURADO?

Nem todo mundo sabe, mas a proporção correta da cintura da mulher, em relação ao quadril deveria ser de 70%.

Para conseguir isto, a primeira técnica que uso é uma aproximação intensa da musculatura, principalmente se a paciente já tiver tido filhos, com o objetivo de afinar bem a cintura.

A segunda técnica que uso é limpar bem as laterais do abdômen, também com este objetivo de proporcionar o chamado formato de “violão”.

Se isto não for feito, a paciente poderá ficar com um abdômen “chapado” porém muito quadrado, pouco feminino.

O último cuidado que tenho é em fazer um umbigo muito natural, usando suturas profundas que vão dando um aspecto mais bonito do que antes da cirurgia.