Ninfoplastia:

CONHEÇA A CIRURGIA ÍNTIMA QUE PODE DEVOLVER A AUTOESTIMA DA MULHER

QUE MULHER NÃO QUER SE SENTIR SATISFEITA COM A SUA INTIMIDADE?

SE A REGIÃO ÍNTIMA TE INCOMODA ESTETICAMENTE FIQUE TRANQUILA… SEU PROBLEMA TEM SOLUÇÃO!

Você sabia que é possível corrigir o tamanho dos pequenos lábios vaginais? Principalmente quando eles já estão causando algum constrangimento pelo volume que pode até transparecer na roupa, ou ainda por atrapalhar a sua vida sexual.

Essa correção é feita por uma cirurgia chamada de Ninfoplastia ou Labioplastia, que redimensiona os pequenos lábios para criar um resultado mais proporcional. Afinal, toda mulher deve se sentir confortável e confiante tanto dentro como fora de suas roupas, não é mesmo? Marque uma consulta para conversarmos sobre o assunto e assim podermos devolver a autoestima relacionada à sua intimidade.

botoes

COMO É FEITA A NINFOPLASTIA?

A cirurgia consiste basicamente na redução dos pequenos lábios vaginais, com a retirada de pele excedente. Algumas vezes, além da hipertrofia também ocorre a perda de gordura na região, o que pode ser preenchido utilizando um pouco de gordura de outra parte do corpo. De qualquer forma, a ninfoplastia é procedimento relativamente rápido, com alta no mesmo dia e que deixará uma cicatriz muito discreta, que muitas vezes desaparece com o tempo.

Vale destacar que essa é uma cirurgia plástica que abrange apenas a parte externa da vagina. Quando é feita a redução na parte interna aí estamos falando da perineoplastia, que é feita por um ginecologista, e é indicada quando ocorre o alargamento com frouxidão ou flacidez da parte interna da vagina, resultando inclusive em escape de urina ao tossir, por exemplo, ou se abaixar. Porém, a ninfoplastia pode ser um complemento à perineoplastia, se necessário, em que cada profissional especializado realiza a sua parte no momento da cirurgia. Eu já realizei algumas vezes esse processo junto com um ginecologista e os resultados foram ótimos.

quanto custa uma cirurgia plástica

É POSSÍVEL FAZER A NINFOPLASTIA EM CONJUNTO COM OUTRAS CIRURGIAS?

Sim, é possível fazer mais um procedimento estético, como lipoaspiração, colocação de prótese de silicone, rinoplastia, etc. Inclusive é bastante recomendado para quem pretende fazer mais alguma cirurgia, pois serão duas plásticas mas apenas uma recuperação, uma anestesia, e com isso os riscos e os custos também ficam reduzidos.

Inclusive, muitas pacientes preferem associar a outro procedimento para justificar de forma mais discreta o seu afastamento do trabalho, por exemplo, já que sempre pode haver algum constrangimento em revelar a realização desta cirurgia. Lembrando que não há necessidade de descrever o procedimento específico no atestado médico.

Esse receio é bem comum e bastante compreensível, já que estamos falando da região íntima. É por isso que eu e minha equipe tratamos do assunto com o maior cuidado, entendendo a necessidade de cada paciente. No meu consultório, o exame para avaliação de como será feita a cirurgia é feito na presença de uma assistente e a cirurgia conta com o apoio de profissionais especializados. Nossos esforços são para deixar nossas pacientes confortáveis, seguras e satisfeitas com o resultado.

EXISTE ALGUMA RESTRIÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DESSA CIRURGIA?

Qualquer mulher que esteja sofrendo com a hipertrofia dos pequenos lábios vaginais pode fazer o procedimento, a não ser que haja alguma alteração nos exames necessários para se fazer a cirurgia. Mulheres de todas as idades, inclusive menores de 18 anos, com autorização dos pais, tem buscado essa solução para resolver um problema que pode ser causado ​​por uma série de fatores, como idade, parto, mudanças de peso ou até por questões genéticas.

Além de melhorar a forma e a função dos lábios, que protegem a abertura da vagina e uretra, este procedimento contribui para normalizar a vida sexual da paciente, pois muitas sentem desconforto durante as relações íntimas e até seus parceiros podem sentir algum incômodo causado pelo excesso de pele.

Após a realização da ninfoplastia as relações sexuais deverão ser evitadas nos primeiros 20 dias, no mínimo, sendo que o ideal são 30 dias. Depois desse período, a atividade sexual pode retornar à normalidade, sem os desconfortos de antes e com autoestima ainda mais elevada.

Quer deixar o constrangimento de lado e resolver esse problema? Entre em contato para que eu possa esclarecer todos os detalhes dessa cirurgia.

Eu tenho certeza que após os resultados você ficará muito mais satisfeita em relação com o seu corpo e à sua intimidade!

agende sua consulta